Nailê Rabelo Atelier

aquarelas|sketches|textos|eventos

Jundiaí - São Paulo - Brasil

11 2434 1922   /    11 9 5302 0252 

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

© 2019 por Nailê

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

Salto de Águas Corridas


Então decidi

Determinei que saltei

Quando vi que voei

Ainda com pouco

Ainda um pouco

Com receio

Da altura

Paura

Do vento em mim

De sem paraquedas

Até que em fim...

Enfim...

Mergulhei

Sinto que

Encontrei aquele

Encontrei-me naquele

Vasto

Das cores

Em cores

De cor

Decorei

“A Cor Dei”

Profundo

Sem fundo

Findo em Infinito

De me ver

Em mar

Me amar

Penso Ser assim

É sim

Um pouco a suster

Respiração

Ter

Um pouco

A desesperar-se

Esperar-se em infinito

Um pouco a lutar

Pra de novo respirar

Pensar ser aliviar

O medo de sufocar

Porque é brisa

Mas então

Passar para...

Buscar para...

A Direção

De topo

De baixo

De lados

Alados...

Enxergar em infinito

Pra ver em inversão

A diversão

De perder-se em infinito

O resumo é

Somos um oceano

Sou oceano

Constantemente

A ter de escolher

A paz de

Águas tranquilas

Em confortar

Conformar

Deter-se

Conforme

Reter-se

Em forma

Com forma

Deixar-se

Ou nos afundar

A mergulhar

Nas profundezas

De ter-se

Como um fim

Por isso tanto enfim

De crer-se

Em Um

De crescer-se um

Ser

Sem fim

Com fim

Enfim

Em

Confiar em si

Até que seja confiado a si

Pra descobrir-se

Do véu

A ver-se potente

Em poder

Na verdade

Ser um contrato

Diário

De agora o contrário

Assumir-se

Em vestir-se

De

Enfim

Infinito

Finito em águas tranquilas

Bem vinda

Vida

À vida!

 textos...