Mudança de Perspectiva

Atualizado: 27 de Dez de 2018


Vou contar como admiro

Uma pintura

E você saberá do meu pós

Agora

-Primeiro eu sinto o tema da cena

É o que chama mais minha atenção

Eu já sei o que

Se não me apaixonar

Ou chamar... Não vejo

Mas ainda não,

Sei bem como

- Aí eu vejo a variação tonal

Gosto quando varia muito

Significa que tem muita luz

O que eu quero?

De um lado

Só pintar

A sós

E só

Um mundo

Sem interferência

Sou eu comigo

Impenetrável

Sou só

Permeável

Então sem invasão no reino a partir de agora

-Depois busco o ponto mais claro

A Luz

Eu estudo

O Foco:

Do outro lado

Penso em pessoas

Nas pessoas

Como é forte!

Qual a media? T, de tinta

Tintoreto, prefiro Sargent(O)kkk

-Então capto o entorno, o que está acontecendo?

Eu aprendi que aprendo por amor

Só amor

Sempre amor

Esqueça a dor, tristeza, roupas pequenas

Mudar a perspectiva

É mágica, magia de sonho

Poder Ser

-Escuto então sua fala

O que quis dizer? Sentiu? Viu? Onde? Porque? Como? O que se passa?Passa?

Eu presto atenção

Em você

Sem preto

Sem branco

Sentimento

Nós

-Eu entendo, por qual caminho quer me mostrar? Qual percorrer?

Encruzilhadas

De quando muito dentro

Estou fora

Por isso posso

Farejo em vento

O Caminho

Do olho, dos pés, das mãos

Gostaria de ajudar

Podemos passear

No que aprendi a ver

Acurado

Não precisa ser só

Apurado

É um

Também

-Meu próximo passo: Cores

Tateio

Meu sonho aqui

Em tons pastéis

Tem muito peso

Na sombra

Tom escuro

Eu me vi

Envolta de branco

Era a luz

Com muito brilho

Eram as refletidas

Quase a cor pura

Puro pigmento geralmente

De tão forte

Eu quase toco

-Quais os detalhes?

Ajudava

A sentada

Mãos esticadas

Eu cuidava

Amava

Sentia

Nós

Em tudo

-Qual a peculiaridade? O que distingue, nomeia e descreve?

Estava tudo certo

Sinto

Calmo

Limpo

Sereno

Tranquilo

Amoroso

Cuidadoso

Gentil

Lugar certo

Finalmente!

-Como fez? Qual o gosto?

Estou buscando isso

Técnica

3Ts

Sempre

As texturas, pingos, luzes, água, como interpretou?

Como me disse, onde me levou... a transparência, inversas, pinta o que não vê..

Manchas, marcas, pinceladas

Fusões, misturas, densidades

E se dirigir a palavra me olhando

Chama mais

Gosto dos cálculos de nós

Em nós

-E por fim, eu vejo o que sinto

Sempre me lembro

Da plenitude

Da certeza

Da confiança

Da paz

Das cores de amor

Porque sou fonte

Trocamos

Dessa arte

Da arte

A minha arte

Desejo dar-te

 textos... 

Nailê Rabelo Atelier

aquarelas|sketches|textos|eventos

Jundiaí - São Paulo - Brasil

11 2434 1922   /    11 9 5302 0252 

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

© 2019 por Nailê

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest