Nailê Rabelo Atelier

aquarelas|sketches|textos|eventos

Jundiaí - São Paulo - Brasil

11 2434 1922   /    11 9 5302 0252 

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

© 2019 por Nailê

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

De Grão em Grão

Atualizado: 27 de Dez de 2018


Uma hora que acordei

Percebi algo mudado

Não era mais aquele eu

Reli alguns textos e ficou evidente

Eu só escrevia do passado

Acho que não tinha tomado posse daquilo

Ainda

Estava começando a ciscar

Beirar

Um grão, um grão

Até que enchi o papo

Percebi enquanto batendo papo

E me liguei que talvez minha voz tivesse mudado

De novo...

Na hora até me incomodou

Penso que

Talvez eu entendesse

Mas talvez não absorvesse

Ainda

Penso que talvez agora seja evidente

É, enfim chegou a hora de passar pra frente...

Olhar o agora

E reconhecer

Reconhecer-se

Bom então, me está avisado

De agora em diante é daqui pra frente

E sempre no presente

Esse que estou me dando

De hoje em diante que é

Deixar de partir-se

Pra repartir-se

Talvez tenha cansado

Talvez tenha libertado

Talvez tenha apreendido

Ah então chega de talvez em tiro certeiro

Me dei conta do alvo

Quando me vi esses dias no espelho

Encontrei algumas linhas de expressão

Novas danadas marcadas

Agora em mim

Uns três fios brancos

E eu...

Um pouco mais maleável

Um pouco mais irrefreável

Talvez seja assim que amadurecem as frutas

Um dia... Começa e pimba!

Quando vi já foi

Passei

Passou

Passeando agora

Na praia

Pra pegar umas novas cores

Nos cabelos

Nos olhos

Na pele

Sentir em tudo as rédeas esvaírem

Banhada do mar que me encontrei...

Molhada, dos pés à cabeça

De dentro a fora

Sentindo o sol me esquentar

Acalentar a nova alma recém descoberta

Ahhh amém!

 textos...