Chocolate Amargo

Atualizado: 27 de Dez de 2018

- Espelhos -

Hoje estou divertida

De listras com bolinha

Então vou contar rindo

Ao menos outro ri!

Mas sem instrução

Leia com seu coração

Descobri que a vista é única

Há um tempo...

É própria

Mas só quis contar agora

Pra digerir

Outro me entende como é

Independe de mim

Então no texto:

!Bem vinda seja esta margem!

Como sempre, sua

Hoje escrevo de outro

Pois preciso de dois, 

Mas somos sempre nós 

Entããoo

Talvez assim

Daqui

Outro veja mais que eu

Você já vai entender

A outro

Eu ouço mais

Eu falo menos

Mas quando falo, demais...

Então conto

Era intocável 

Fechada a 7 chaves

Até que decidi espalhar 

Minhas doces

Migalhas

Por aí

De todo meu Universo

Mas em vista particular

Outro só enxerga a partir

De si

Aí não sou eu

É outro

Porque Eu Sou

Aqui é: nós

Complexo, tem que reler

Manter-se sol em temporada de chuva

Independente de tudo

A outro?

Machuca

Incomoda

Frágil

Falso

Inocente - Quem?

Fácil é

Deixar

Tentar

Controlar

Mas ao contrário

Boiar

Enquanto canta, ri

Bate pernas e braços

E dança

Mais divertido construir

Elevar-se 

Aprendi ver de fora

Ser perfeita em ser completamente imperfeita 

Porque da parte que vê em mim

Conhece

Reconhece

Se conhece

Eu sou a parte que outro não vê

Aí sim

Toda

Pura

Eu

Boa, não boazinha

Veja a diferença

A lição é fria e dura

Eu vejo em você

A parte que

Eu Sou

Enquanto isso,

Cada um resume-se a...

Tirar a parte que lhe cabe da

Sua própria...

Carcaça! Hehehe

Isso não é preto

Isso não é branco

Então outro não pode

Julgar-se

Entendeu?

Minha carcaça, eu tiro

Dentro dela?

Saiu borboleta

Da barriga

Na flor

De outros olhos

E também ao contrário

Reconheça só amor

E verá também

Acabei, porque já já esse trem vai passar

Eu ouço se aproximar

E se estivermos na mesma estação

E outro reconhecer

Quiser conhecer

Que é se reconhecer

Em apenas amor

Talvez 

E só assim, possamos nos ver

O outro?

Posso ajudar 

O caminho eu garanto

Muitos

Com luz

Grande

Mas saiba,

Não vou lutar

Lamento, não lamentar

Porque escolho

Isso é

Responsabilizar-me

Só vejo

Em calor, sabor, amor

Em sol de chuva, casamento da viúva 

Aí sim eu

De novo

Eu sou

A foto?

Com filtro

Porque às vezes eu

Simplesmente

Preciso de um

Oi

Prazer!

Nailê :)

 textos... 

Nailê Rabelo Atelier

aquarelas|sketches|textos|eventos

Jundiaí - São Paulo - Brasil

11 2434 1922   /    11 9 5302 0252 

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest

© 2019 por Nailê

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest